quinta-feira, abril 06, 2017

Jose Mayer



Atitudes e comportamentos machistas, são cada vez mais repudiados por um número maior de pessoas. Definitivamente o mundo mudou e quem não acordar para o fato, passará no minimo por ridículo.

Muitos de nós homens, somos criados para acreditar que as mulheres de modo geral existem para servir (das mais diversas formas) às vontades masculinas, mas penso que refletindo um pouco sobre o assunto é possível concluir-se que tal raciocínio não tem o menor cabimento. Somos todos pessoas, não há direito de um individuo sobre o outro. É desrespeitoso, violento agir como se fosse natural o homem poder tocar o corpo de uma mulher sem consentimento.

O ator José Mayer está passando por algo que muito provavelmente nunca imaginou em sua vida.
A figurinista Susllen Tonani acusou o ator por assédio sexual. A profissional da Globo escreveu:

"Em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália. Sim, ele colocou a mão na minha buceta e ainda disse que esse era seu desejo antigo".

Gente! Nunca foi certo tal atitude, nunca foi justificável tão ato, porém, hoje, as mulheres vem a público denunciar tal violência, são acolhidas e ganham força de outras mulheres. Até o machista famoso é combatido.

Várias atrizes, muitas delas colegas do ex galã, manifestaram-se em defesa da figurinista e a frase "Mexeu com uma, mexeu com todas" pipocou nas redes sociais. Mayer finalmente reconheceu que realmente cometeu assédio com a colega, porém, a admissão do erro não foi suficiente para impedir que o ator fosse cortado da novela que está no ar e suspenso por tempo indeterminado para produções futuras. Deu ruim pro Zé Mayer e bem feito!

Embora possamos hoje assistir um desfecho favorável a mulher, infelizmente em nossa sociedade muitas pessoas (homens e mulheres) justificam o assédio masculino culpando a própria mulher assediada. É muito louco!

O mundo mudou, está mudando, mas tem muito ainda o que mudar. 
Eu estou mudando, particularmente acredito que esteja em processo de reconstrução. Nós homens somos machistas em essência, a sociedade de modo geral é machista.

Você meu camarada, consegue reavaliar sua conduta, desconstruir o machista que existe em você?!

PenseaRespeito

Fonte : O Globo

sábado, março 18, 2017

Vivendo



Vivemos para aprender não é mesmo? Acredito que sim, do contrário, qual o sentido disso tudo?

Eu parei pra escrever essa reflexão em função do momento em que vivo. Não sou de ficar aqui falando de assuntos particulares, mas pincelando muito por cima, não dá pra se dizer nada muito diferente do que:

Eta mundo véio!

Cara, nada é preto no branco, de tudo um pouco se tem sempre um outro lado que não foi analisado, que não foi considerado.

Nunca enxergamos todo o contexto, impossível! Onipresença, onipotência não é qualidade humana, portanto, sempre estamos deixando passar alguma coisa.

Verdade absoluta não existe. Há experiências de vida, inúmeros pontos de vista sobre determinado tema, onde o correto depende muito de quem está analisando o assunto.

Eu não to falando nada cientifico, nesta área mais técnica, ainda que caibam dúvidas e debates, há experimentos e provas de determinados argumentos para publicação, eu falo aqui mais especificamente de relacionamentos, de interação humana nos diversos níveis que encontramos durante a vida.

Aprender para evoluir é o desafio, mas cá entre nós, baita tarefa pesada essa nossa.


Ouvindo: 100% Dundee - The Roots (Things Fall Apart)