quinta-feira, dezembro 31, 2009

Feliz 2010

para ampliar clique na imagem


Mensagens de Natal e Ano Novo são sempre a mesma coisa. É aquele tudo de bom, que seus sonhos se realizem (materiais em sua maioria), que tudo seja perfeito, lindo e maravilhoso. Tá bom, pra mim já deu, não vou por esse lado.

Olha, sinceramente, ano após ano, tenho mais convicção de que as melhores e piores coisas no mundo são as pessoas. Há pessoas incríveis, há pessoas terríveis. Convivemos com elas, somos elas.
Talvez por ser um cara pobre, que não ligue muito pra dinheiro, e, por recentemente, ter perdido um ente querido da família, vejo o quanto faz falta uma pessoa. Não faz falta a calça que não ganhei, a casa ou o carro que não comprei, faz falta a pessoa.

A maior mensagem que posso dar a você leitor aqui do PenseaRespeito* é a seguinte:

Para esse e próximos anos que virão, batalhe, lute mesmo pra conseguir tudo o que sonha materialmente. Sensação boa a de conseguir, de viver bem, de "vencer na vida", pois embora frequentemente neguemos, queremos sim ser reconhecidos, queremos aprovação. Somos seres humanos!
Apesar disso uma coisa não exclui a outra. É difícil, mas não é impossível ser gente na competição, portanto, não esqueça a família, os amigos. Eles são seguramente mais importantes do que todo o resto.
Seja a melhor pessoa possível!

Feliz Ano Novo

Saudades Tia Dora

Catya Washington (Miss Cat)

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem


Ouvindo: Doidinha - Farofa Carioca (Moro no Brasil)

Sugarhill Gang Hits


Reconhecidos por muitos como os verdadeiros pioneiros do rap, Sugarhill Gang pegou a base da faixa "Good Times" da banda Chic, mandou versos falados em cima (novidade pra época) e fez sucesso. São trinta anos de Rapper's Delight. São trinta anos de rap.

Sugarhill Gang Hits - Sugarhill Gang (2007)

1. Rapper's Delight
2. The Word is Out
3. Down Beat
4. Kick it Live from 9 to 5
5. Girls
6. Hot Hot Summer Day
7. The Lover in You
8. Livin' in the Fast Lane
9. On the Money
10. 8th Wonder

Para baixar clique: PenseaRespeito

The Sugarhill Gang - Rapper's Delight

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Banda Larga no Brasil

para ampliar clique na imagem


Ouvi na CBN dia desses, que o serviço de banda larga oferecido no Brasil é um dois mais ridículos do mundo. Segundo a reportagem da rádio, do jeito que o sistema foi implantado em nosso país, é impossivel todos os usuários obterem a eficiência de velocidade prometida na publicidade. Seria como prometer hospital público de qualidade (estrutura, atendimento, profissionais), caso toda a população brasileira ficasse doente.
Todas as prestadoras desse serviço sabem dessa impossibilidade, sendo assim, em todos os contratos firmados com os clientes (nós), garantem apenas 10% da velocidade que divulgam.
Tem cabimento um negócio desses? O consumidor é enganado desde a propaganda, tem-se conhecimento da mentira e tudo continua como está. Absurdo é pouco!
Propaganda enganosa tem de monte, agora desse jeito aí é esculachado. Uma vergonha!

Ouvindo:
Simoninha - Flor do Futuro (Introducing Wilson Simoninha Live Sessions at Trama Studios)

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Balancê - Sara Tavares


Portuguesa de Lisboa, Sara Tavares tem muito nítido em seu som a influência africana (tem ascendência cabo-verdiana).
Descobri a moça nas minhas andanças pelo youtube. Cantasse em inglês seria mundialmente conhecida. Ironia do destino.

Balancê - Sara Tavares (2005)

1. Balancê
2. Bom Feeling
3. Lisboa Kuya
4. Ess Amor
5. One Love
6. Poka Terra
7. Amor É
8. Dam Bô
9. Guisa
10. Planeta Sukri
11. Novidadi
12. Muma Xeia
13. De Nua

Para baixar clique: PenseaRespeito

Ouvindo: Balancê - Sara Tavares (Balancê)

Sara Tavares - Balancê (Alive in Lisboa dvd)

Sara Tavares - Bom Feeling (Live on Jools Holland)

terça-feira, dezembro 15, 2009

Esther Baxter

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem


Ouvindo: It Ain't Over 'Til It's Over - Lenny Kravitz (Mama Said)

sábado, dezembro 12, 2009

Movimento - Banda Black Rio


Movimento - Banda Black Rio (2001)

1. Nova Guanabara
2. Mistério da Raça
3. Carrossel
4. Magia do Prazer
5. Tomorrow
6. Sexta-Feira Carioca
7. Samba Blum
8. Aquarius
9. Tabuleiro da Cor
10. Prelúdio ao Sonho
11. Deixa-me Sonhar
12. Candeia
13. Final de Copa

Para baixar clique: PenseaRespeito

Banda Black Rio - Maria Fumaça (Manos e Minas)

Banda Black Rio - Carrossel (Memorial da América Latina)

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Sex Packets - Digital Underground


Sex Packets - Digital Underground (1990)

1. The Humpty Dance
2. The Way We Swing
3. Rhymin' On The Funk
4. The New Jazz (One)
5. Underwater Rimes (Remix)
6. Gutfest '89 (Edit)
7. The Danger Zone
8. Freaks Of The Industry
9. Doowutchyalike
10. Packet Prelude
11. Sex Packets
12. Street Scene
13. Packet Man
14. Packet Reprise

Para baixar clique: PenseaRespeito

Digital Underground - The Humpty Dance (1990)

Kobe Bryant - Cesta da Vitória

E eu torcendo pro Miami. Xinguei pouco o tal do Kobe Bryant.

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Besouro

para ampliar clique na imagem


O filme é brasileiro. É muito bem feito. O personagem principal, o herói da trama é... negro?!
Parece mentira, mas não é não. Fui, vi e gostei. Baita filme bonito.
O filme conta a história de Besouro (Ailton Carmo), o maior capoeirista de todos os tempos. A trama se passa na Bahia anos 20, onde o negro vive toda uma realidade de pseudo liberdade. Besouro através da capoeira desafia o preconceito e a opressão.
A obra toca em vários aspectos da cultura e religiosidade africanas, de modo bastante feliz.
Besouro é sem dúvida um filme muito bem cuidado, importante para valorização e entendimento da contribuição fundamental do negro na formação da cultura brasileira. Recomendo!

Besouro, o filme

terça-feira, dezembro 01, 2009

quinta-feira, novembro 26, 2009

Living Colour


Mais recente trabalho do Living Colour. A negrada continua pegando pesado, são músicos muito bons. Toma!

The Chair in the Doorway - Living Colour (2009)

1. Burned Bridges
2. The Chair
3. Decadance
4. Young Man
5. Method
6. Behind the Sun
7. Bless Those (Little Annie's Prayer)
8. Hard Times
9. That's What You Taught Me
10. Out of My Mind
11. Not Tomorrow
12. Asshole [hidden track]

Para baixar clique: PenseaRespeito

Ouvindo: Young Man - Living Colour (The Chair in the Doorway)

Living Colour - DecaDance (live)

Jameka Carter

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem


Ouvindo: Undress Me Now - Morcheeba (Parts Of The Process)

sexta-feira, novembro 20, 2009

Dia da Consciência Negra, Dia da Consciência Brasileira!!!

para ampliar clique na imagem


Ano passado fiz uma postagem sobre o Dia da Consciência Negra e neste ano, também sinto a necessidade de escrever sobre o assunto.
No Brasil temos inúmeros feriados e este em especial, é sem dúvida um dos mais discutidos, um dos mais contestados. Por que isso?
Proponho aqui uma reflexão aos leitores: O que é o negro?
O negro é oriundo do continente africano, foi sequestrado de sua terra para ser escravo em várias regiões do mundo. Em nossa terra ajudou a construir a nação brasileira, sendo que em razão da miscigenação, são poucos os brasileiros que não tenham descendência negra.
Foram mais de trezentos longos anos de escravização. Alguém lá sabe o que é isso?!
Quando na época da "libertação dos escravos", os negros libertos não tinham absolutamente nada. Não tinham posses, escolaridade, família para retornar a Àfrica. Não tinham nem sobrenome, usavam o nome de seus antigos donos.
Nós que vivemos hoje em dia, nesse pseudo país sem preconceito, não conseguiremos nunca saber exatamente o que passaram essas pessoas por todos esses séculos, mas temos a obrigação de nunca mais deixarmos que coisas semelhantes aconteçam novamente. Um mínimo de respeito caros amigos.
Se eu aqui tivesse meus avós ou bisavós vivos, não conseguiria saber deles de qual país africano teriam vindo. É triste isso.
A origem e caminhada do negro no Brasil, não foi opção e sim imposição. Negro aqui tornou-se órfão.
A tão chamada Consciência Negra na realidade não é só negra, é de todos. O conhecimento dos fatos aqui citados e de muitos outros ligados a história do negro no Brasil deve ser geral. É questão de honra não só para o negro, como para o povo brasileiro.
Feriado da Consciência Negra, deve ser uma data comemorada não só pelos descendentes africanos que aqui vivem, mas por todos aqueles que repudiam o que foi feito no passado, não toleram qualquer discriminação no presente, não querem isso para o futuro e vêem necessidade de justiça a este povo que tanto fez e faz por este país.

Originariamente Postado em 19 de Novembro de 2008.

Dia da Consciência Negra

para ampliar clique na imagem


consciência

cons.ci.ên.cia
sf (lat conscientia) 1. Capacidade que o homem tem de conhecer valores e mandamentos morais e aplicá-los nas diferentes situações... 6. Psicol Percepção imediata da própria experiência; capacidade de percepção em geral. Com a mão na consciência: com sinceridade...


Eu não tava no pique de escrever sobre o tema, mas depois de uma discussão sobre o assunto com a minha namorada (eu a favor ela contra), a vontade apareceu e sentei aqui na cadeira pra colocar minha opinião.
Como diz o dicionário Michaelis aí em cima, consciência é a tomada de ciência, a percepção de fato e ou situação. É um despertar, é abrir os olhos.
A consciência negra nada mais é do que o negro saber quem é, saber de sua origem, de seu valor, posicionar-se e em hipótese alguma envergonhar-se de sua condição de negro.
Vivemos no último país a abolir a escravatura, o último a “libertar” os escravos, portanto, é muito recente o passado de escravidão por aqui. Historicamente, podemos dizer que tinha escravo até “ontem” aqui no Brasil, sendo assim, tem muita gente ainda hoje que não aceita muito bem, o negro querer ter igualdade de oportunidades.
Sou a favor de todo e qualquer esboço de atitude que venha exaltar a negritude, que tenha intenção de reconhecer a importância de figuras como Zumbi e tente restituir um pouco da dignidade do povo negro. Um povo que foi violentamente tirado de sua terra e foi forçado a trabalhar feito animal em terra estrangeira, tem que ser de algum modo reparado em suas perdas. Não são uma ou duas gerações que conseguirão aplacar tamanha covardia. Vai reclamar de feriado? Um dia é pouco!!
Se hoje é dia da Consciência Negra feriado que não se trabalha, onde o comércio perde, a indústria não produz, que assim o seja e, que pelo menos um negrinho de periferia acorde, tome consciência e tenha muito orgulho de sua cara preta.


Originariamente Postado em 20 de Novembro de 2007.

Preconceito


Outro dia, fui eu todo pimpão buscar minha namorada no trabalho e deixei o carro na rua. No que eu volto, abro a porta pra ela, dou a volta abro a porta pra mim, entro, e no que vou ligar o carro, me vem uma mulher transtornada com o rosto todo vermelho de choro, me pedindo desculpa, porque achava que eu estava abrindo e ligando o carro dela. Ahhhhh! Tem dó né! Fosse eu um loirinho, será que ela teria tido essa impressão?!

Escrevendo isso aqui, me lembro que essa não foi a pior situação que vivi, e que julgo ser diretamente ligada a cor da minha pele.

Há alguns anos, fui com meu irmão até um banco pra ele sacar um dinheiro, e, como não tinha vaga pra parar em frente ao banco, parei na rua ao lado. Fiquei resolvendo uns exercícios de Física, na época fazia cursinho, tranqüilo e sossegado. De repente, escuto um grito falando:

- Sai do carro negrão!!

Estava de cabeça baixa, com uma lapiseira na mão olhando a apostila e no que levanto pra olhar se o negrão era eu, estou cercado de polícia por todos os lados. Tinha um na minha frente apontando o revólver na minha cara. Não entendi nada.

Saí do carro, tinha polícia pra caramba, me encostaram numa parede lá, começaram a revistar o carro e tal, e nisso vem um cara (policial à paisana), descendo a rua apontando uma arma pro meu irmão que já tava até chorando.

Revira daqui, revira de lá viram que a gente não era bandido e começa a sessão de desculpas. O pior é que olha só o que o Comandante ali disse:

- Sabe o que é? Esse banco foi assaltado ontem, por indivíduos com as mesmas características de vocês. Perdão, mas é o trabalho da gente!

Piada né? Agora vamos “pensar a respeito”. Que bandido rouba um banco e no dia seguinte volta pra roubar mais?!

Muita gente de outras etnias que lêem isso aqui, podem chegar a conclusão que é exagero, que isso poderia ter acontecido com qualquer um, seja verde, vermelho ou amarelo. De um modo geral, a gente acaba por encarar o problema e/ou condição do outro de forma mais amena. Eu não sei o porquê, mas parece que fazendo isso a vida se torna mais agradável, a realidade fica mais tranqüila. Puro engano gente. Abram os olhos. Não é menos ruim porque acontece com o outro, é ruim pra todos. Que mundo é esse onde prevalece sempre o pré julgamento, onde a todo momento tem que se provar ser melhor pra merecer nem o direito, mas a oportunidade?

Não existe pré conceito no Brasil? Pára né!

Originariamente Postado em 17 de Janeiro de 2007.

segunda-feira, novembro 16, 2009

Wild International - One Day as A Lion (Letra)

para ampliar clique na imagem

Wild International - One Day as A Lion

They say that in war
That truth
Be the first casualty
So I dig in selector
I the resurrector
Fly my shit
Sever your neck
Wider than ever
With my tongue
Dipped in funk arsenic
Burn this illusion
This lie
This straight arson shit
Your arsenal stripped
Power ain't full jackets
And clips
It's my ability
To define phenomenon
Raw Crenshaw '84
Boogie down before
L.A.
When the war break off
Where you be take off
Stand in full face off
With the M1 millimeter
Let the rhythm
Of the chamber hit 'em
Let the rich play
Catch with 'em
Better yet make 'em eat
'Em and shit 'em
Till they
So full of holes
That they drown
In their own
I'm like a nail stuck
In the wrist
Of they Christmas
Don't need radio
To leave their family
A witness

Muhammad
And Christ would life
Would lay
Your body down
To a tune
So wild international
In the desert
Full of bullets
Let your body rot
With my chrome
With my verse
With my body rock

In this era
Where DJs behave
Be paid to be slaves
We raid airwaves
To be sane
And what's raining
From the station
Cash fascination
Like living dead
Fed agents
Distract us fast
From a disaster's
Wrath for sure
Air war was flooded
Like the 9th ward
On the AM, on the AM
Turn and face them
Hatred and mayhem
Slay them, dangerous
I take razor steps
It's the swing
From the bling
To the bang on the left
It's the murderous return
Boom back full strap
Your six
That got clipped
You can't clap back
With minimal lift
And criminal flow
I’m killing them soft
And billing them for
Everything stole
And once again
I'm that nail
In the wrist
Of they Christmas
Watch me
Make their family
A witness

Muhammad
And Christ would life
Would lay
Your body down
To a tune
So wild international
In the desert
Full of bullets
Let your body rot
With my chrome
With my verse
With my body rock

Muhammad
And Christ would life
Would lay
Your body down
To a tune
So wild international
In the desert
Full of bullets
Let your body rot
With my chrome
With my verse
With my body rock

International
International

Muhammad
And Christ would life
Would lay
Your body down
To a tune
So wild international
In the desert
Full of bullets
Let your body rot
With my chrome
With my verse
With my body rock

Muhammad
And Christ would life
Would lay
Your body down
To a tune
So wild international
In the desert
Full of bullets
Let your body rot
With my chrome
With my verse
With my body rock

Fonte: letras.terra.com.br

One Day As A Lion - Wild International

terça-feira, novembro 10, 2009

Vestido Curto


E a garota que levou nome de prostituta, porque foi de vestido curto na faculdade? Tá rolando a notícia até de que a estudante foi expulsa da instituição. Para o bem dela (bem financeiro ao menos), tomara que seja mesmo impedida de estudar no dito estabelecimento de ensino. Nesse caso, nem precisa ser bom advogado pra conseguir uma grana considerável de indenização.

Não vi nada no traje da moça que pudesse explicar tamanho rebuliço. Alguém viu? Manda aí sua opinião.

Achar bonito ou achar feio é natural, agora fazer auê por causa de roupa é comportamento vergonhoso pra qualquer um, mais ainda pra estudante de terceiro grau.
Fala a verdade, molecada quando vê de perto o que vê na tv ou revista hostiliza?! Olha o nível desse povo. É até ridículo!
JustificarNas mais variadas mídias, o corpo da mulher é utilizado para vender tudo quanto é tipo de produto. A linha que separa o certo e o errado é bastante tênue, ou seja, no caso da vestimenta, de explorar o corpo feminino, pra vender pode agora pra usar...
Mais do que representar um pensamento atrasado do jovem universitário brasileiro, revoltar-se contra a maneira de se vestir de uma colega manifesta preconceito, desrespeito e o triste, porém comum sentimento de que quando em bando até o mais covarde considera-se onipotente.

Ouvindo: Cicatriz ESP - The Mars Volta ( De-Loused In The Comatorium)

segunda-feira, novembro 09, 2009

Ed Motta & Incognito Live in Japan


Esse aqui peguei no blog do Ed Motta. Bem legal e curioso ver o brasileiro tocando com os ingleses do Incognito.

Ed Motta & Incognito Live in Japan (2003)

1. Apresentação

2. Um Dom pra Salvador - No Carrão Eu Me Perdizes Na Consolação
3. Sus-tenta

4. Lindúria

5. Fora da Lei
6. Entre e Ouça
7. Cada Dia (Day by Day)

8. Minha Casa, Minha Cama, Minha Mesa

9. Daqui Pro Meier

10. Intro A Tijuca in Cinemascope

11. A Tijuca em Cinemascope

12. The Rose That Came to Bloom

13. Instrumetida

14. Ed

15. Colombina

16. Manoel

17. Vamos Dançar

18. Who Needs Love

19. Drive me crazy

20. Colibri

Para baixar clique: PenseaRespeito


Fonte:
http://ed-motta.blogspot.com/


Ouvindo:
Ed - Ed Motta & Incognito (Ed Motta & Incognito Live in Japan)

terça-feira, outubro 27, 2009

Bandido

para ampliar clique na imagem


Diante desse monte de notícia ruim sobre violência, sobre bandidagem me veio a cabeça tentar entender o problema por um ângulo inverso do usualmente abordado.
Por que a opção pelo caminho do crime? Por que um cara vira bandido?
Em um mundo onde virou sinônimo de status ser bandido, há quem veja vantagem nessa opção, sendo assim, é óbvio que a resposta pra essas perguntas não são únicas e definitivas, até porque, as razões são inúmeras, porém, percebo que todas as motivações para essa escolha equivocada (a meu ver), acabem se resumindo para a falta de alguma coisa.
Falta de caráter, falta de vergonha, falta de oportunidade, falta de comida, falta de um país melhor...
Tudo o que se vê pronto, teve uma origem, um histórico, um porquê. Na minha maneira de ver toda a problemática envolvendo o crime no Brasil é encarada de forma errada.
"Querem" deter a bomba após a explosão e não antes do acendimento do pavil.
Quem tem um pouco de curiosidade com História sabe que desde o início o Brasil foi formado por gente pouco honesta (bandidos) que visava sempre o beneficio próprio em detrimento da maioria. O pensamento bandido foi, e, é ainda hoje altamente difundido. Ingenuidade acreditar que o tráfico (drogas, armas) e outras formas do dito crime organizado, beneficiam somente ao traficante do morro. É tudo evidentemente orquestrado por gente mais "importante", do contrário não daria certo. As coisas são como são, porque alguém ganha com isso.

Por serem várias as origens, bandido realmente tem bastante, mas penso que seja claro que o número diminuiria consideravelmente caso fossem melhores as oportunidades. Oportunidades melhores gerariam também empregos melhores. Melhores empregos determinam a chance de melhor alimentação, o que influi diretamente no rendimento escolar... Tá tudo interligado!

Por que nas cadeias não podemos encontrar somente os que tem falta de vergonha e caráter? Infelizmente as rédeas do país estão nas mãos de uma poderosa minoria e também para essa gente há uma grande falta. Falta vontade de mudar. Para essa classe tá muito bom do jeito que tá!

A receita de um país melhor para todos, tem como ingrediente uma população muito bem respaldada em seus anseios básicos, porém fundamentais.
Caso houvesse uma real intenção de se resolver o problema do crime no Brasil, observaríamos de fato um investimento nas pessoas, no país. Como o que vemos é justamente o contrário, dia após dia as manchetes de violência ganham maior espaço.


Ouvindo: Sonâmbulo - Céu (Vagarosa)

segunda-feira, outubro 26, 2009

Bria Myles

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem


Ouvindo: Grains De Beauté - Céu (Vagarosa)

domingo, outubro 25, 2009

Negras Perucas (Letra)


Negras Perucas - Paula Lima

Deixa esse cabelo solto
Que eu faço questão de olhar
Deixa esse alma acesa
Não deixe jamais se apagar

Mantenha os olhos abertos
É por eles que eu quero
Entrar no seu corpo
E esse desejo por perto
Faremos dele
O nosso porto seguro

Quem sabe
Num casamento futuro
Quem sabe
Esse amor seja puro

É essa nossa umidade
Que salvará
Nossos corpos
Do envelhecimento
Mesmo com o avanço
Da idade
E a brutalidade
Do tempo

Seremos jovens
Por dentro
Mesmo
Com nossas pelancas
E rugas
Seremos jovens
Por dentro
Com brancos véus
Negras perucas

Negras perucas
Com brancos véus
Negras perucas
Com brancos véus
Negras perucas
Com brancos véus
Negras perucas
Com brancos véus
Negras perucas
Com brancos véus
Negras perucas
Com brancos véus

Composição: Marcos Vinicius e Nilo Pinheiro

Negras Perucas - Paula Lima

Are You In?: Nike+ Original Run - De La Soul


Are You In: Nike+ Original Run - De La Soul (2009)

1. Rise and Shine feat. Raheem Devaughn
2. Good Morning
3. Big Mouf
4. Attack Of The Stet
5. Pick Up The Pace
6. Poetic Greed feat. Gina Loring
7. Greedy Man feat. Billy Ray
8. We O.D.
9. Victory Laps
10. Forever

Para baixar clique: PenseaRespeito

quinta-feira, outubro 22, 2009

The Impossible Mission TV Series Pt. 1 - De La Soul


The Impossible Mission TV Series Pt. 1 - De La Soul (2006)

1. Impossible Intro
2. Live At The Dugout 87
3. Voodoo Circus
4. Friends
5. What The Fuck 1
6. Go Out And Get It
7. Beef
8. Reverse Ya Steps
9. You Got It (feat. Butta Verses)
10. What The Fuck 2
11. Just Havin A Ball
12. What If
13. Relax
14. Wasnt For You
15. Freestyle (dat shit) 2006
16. What The Fuck 3
17. Freedom Train
18. Bonus Track

Para baixar clique: PenseaRespeito

Ouvindo: You Got It - De La Soul (The Impossible Mission TV Series Pt. 1)

sábado, outubro 10, 2009

Rio 2016

para ampliar clique na imagem


Para os que curtem esportes, a notícia da realização de uma Olimpíada no Brasil pode muito bem gerar um sentimento de euforia, de conquista. Em um primeiro momento é até natural.
O grande sorriso de vitória começa a "amarelar", a medida que se começa a refletir e perceber que o amor ao país, o nacionalismo real e verdadeiro não está ligado a realização de um evento dessa magnitude em nossas terras. Muito pelo contrário!
O orçamento inicial (que muito provavelmente aumentará) é de 28,85 bilhões de reais. É dinheiro a "dar com pau"! Não teria o Rio de Janeiro e o país, necessidades básicas e muito mais emergenciais que poderiam ser solucionadas com um montante tão grande?! Penso que sim.

Sou contra Olimpíada e Copa do Mundo no Brasil. O Panamericano só confirmou que os grandes projetos por aqui (principalmente os que envolvem dinheiro público), apresentam resultados bastante distintos dos prometidos em campanha. É onde ocorre o frequente superfaturamento de obras e acontece o enriquecimento de uma minoria. Cidade sede e população pouco tem de retorno. É o legado infame!

Tanto pra quem é a favor, como pra quem é contra a Copa e Olimpíada no Brasil, é interessante observar na mídia o "Oba, Oba" tentando direcionar o pensamento apenas para aspectos positivos da feitura de grandes eventos esportivos.
Para alguns meios de comunicação a vitória do Rio foi como ganhar uma guerra. País pobre contra país rico. Nobre contra plebeu. Operário contra grande empresário. Brasil contra resto do mundo... Complicado não? Há uma intencional confusão com relação a questões que não devem se misturar. Um olhar crítico é fundamental nesses próximos anos, até pra se poder formar uma opinião mais ampla e concreta.

Tenho consciência que é bem improvável, mas espero sinceramente estar errado nesse meu olhar pessimista. Apesar de tudo conspirar contra (pessoas pouco confiáveis no projeto), quero crer que será tudo muito bem organizado e que realmente a população atual e gerações futuras ganharão com a realização desses eventos. Dessa forma será muito bom poder finalmente conhecer o Rio de Janeiro.


Crédito: (+)
Crédito: (+)

terça-feira, outubro 06, 2009

Up Here - Soulive


Super disco, fantástico. Imagina se tivesse um baixista!

Up Here - Soulive (2009)

1. Up Right
2. The Swamp
3. Too Much
4. Backwards Jack
5. Pjs
6. Tonight
7. Hat Trick
8. For Granted
9. Prototype

Para baixar clique: PenseaRespeito

Ouvindo: Tonight - Soulive (Up Here)

quarta-feira, setembro 23, 2009

Relacionamento, Paixão, Amor...Pateta!

para ampliar clique na imagem


Relacionamento amoroso é tema dificil. Mais dificil ainda pra homem.
Alguns dizem que o assunto incomoda homem, porque expõe, fragiliza e por medo o sexo masculino prefere blindar-se com relação as questões do sentimento. Verdade? Pode ser.
Pelas amizades que tenho e claro, por ser homem, penso que seja raríssimo o cara que goste de ficar discutindo relação com namorada, com esposa. Êta negócio chato!

Eu não sei como vocês imaginam o Alexandre, vou dar uma idéia. Aqui no blog eu até que falo bastante, escrevo e tal, mas pessoalmente falo pouco, por telefone então piorou. Dada essa minha caracteristica e a natural paixão que as mulheres tem por telefone (minha namorada adora), já imaginam a situação né. É praticamente uma conversa de uma só via.

Aqui em casa rola forte a "teoria do Pateta". Fico eu com meu irmão, um de olho no outro pra ver a hora que um vacila. Vacilou, deu mole já leva o nome de Patetão!
Vou explicar melhor. Pra nós Pateta é o cara que fica, entre outras coisas, horas e horas no telefone, meloso, mole...enfim, aquele cara que perde a objetividade, fica "babão", tristemente propenso a tomar chifre e pior de tudo, não percebe. É o sujeito (a) que tá amando.
A tese da "Patetice" é bastante controversa, pois praticamente todo mundo (homem ou mulher) foi, é ou será Pateta um dia. Ousou gostar de alguém, mesmo que na mais madura, segura e racional relação (se é que existe isso), um traço de "patetice" irá se apresentar. Não tem jeito! Conscientemente ou não a busca pela princesa ou principe encantados, acaba na verdade sendo um desejo incontrolável de se tornar Pateta.
Rindo ou odiando, você que tá lendo deve estar lembrando daquela sua cara de bobo e das inúmeras vezes onde chamou ou foi chamado de: Xuxuzinho, Fofinho, Bebê... é seu mais autêntico lado Pateta que aflorou. Mas tem nada errado não, é a paixão, o amor. Assume Patetão!

Enfim, relacionamento é complicado. Homem e mulher são bastante diferentes em vários aspectos, ainda assim, eu que não tô nenhum pouco a fim de namorar homem, confesso que apesar dos pesares, ainda não inventaram nada melhor do que mulher.

E viva os Patetas!

Syleena Johnson

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem

para ampliar clique na imagem


Ouvindo: Vivrant Thing - Q-Tip (Amplified)

terça-feira, setembro 22, 2009

Breaking Atoms - Main Source


Breaking Atoms - Main Source (1991)

1. Snake Eyes
2. Just Hangin' Out
3 Looking at the Front Door
4. Large Professor
5. Just a Friendly Game of Baseball
6. Scratch & Kut
7. Peace Is Not the Word to Play
8. Vamos a Rapiar
9. He Got So Much Soul
10. Live at the Barbecue feat. Nas, Fatal & Akinyele
11. Watch Roger Do His Thing
12. Just a Friendly Game of Baseball (remix)
13. Fakin' The Funk
14. Peace Is Not The Word To Play (remix)
15. Just Hangin' Out (remix)
16. Bonafied Funk
17. Atom
18. Think
19. How My Man Went Down In The Game
20. Peace Is Not The Word To Play (12' Mix)

Para baixar clique: PenseaRespeito

Main Source - Peace Is Not The Word To Play

segunda-feira, setembro 21, 2009

Saci Pererê - Banda Black Rio


Saci Pererê - Banda Black Rio (1980)

1. Saci Pererê
2. Miss Cheryl
3. Melissa
4. De Onde Vem
5. Subindo O Morro
6. Amor Natural
7. Profissionalismo É Isso Aí
8. Broto Sexy
9. Tem Que Ser Agora
10. Zumbi

Para baixar clique: PenseaRespeito

sábado, setembro 19, 2009

Virada Esportiva


Mais um final de semana de virada esportiva na cidade de São Paulo hein gente, vamos aproveitar.
Fui hoje de manhã lá no Parque do Carmo e o "circo" já estava sendo armado. Na cidade toda rolam eventos, é só chegar.

Para maiores informações clique: viradaesportivasp.com.br