terça-feira, março 18, 2008

Brasil x Espanha

para ampliar clique na imagem

Nas últimas semanas, vem chegando a notícia da dificuldade da entrada de brasileiros na Espanha. A dificuldade que chega a proibição de entrada no território espanhol, passa por exigências absurdas, seguidas de tratamento vexatório. Pra se ter uma idéia, o cara que chega sem a grana que eles acham que deve ter no bolso é mandado de volta, voltam até mesmo aqueles que vão pra lá, pra lavar os banheiros que eles não querem mais limpar. Brasileiro virou sinônimo de bandido e prostituta na Espanha!
Eu só saí do Brasil uma vez, se é que vale essa experiência, fui ao Paraguai de laranja. Pra entrar no Paraguai você entra ou pelo menos entrava sem problema nenhum, pra falar a verdade é um relaxo, quem já foi sabe. É claro que a entrada em um país estrangeiro, não pode ser à moda paraguaia e nem tão pouco do jeito que tá acontecendo na Espanha, um meio termo tem que ser encontrado.
No meu modo de ver, esse problema com a Espanha se deve muito em razão da fama sem vergonha do brasileiro. Tem muito cara que viaja pra outro país e “caga” geral, com isso acaba queimando todo mundo. É a estúpida generalização advinda do pré- conceito.
Ainda que muita gente discorde, na minha opinião, inicialmente a forma mais correta de se enfrentar esse problema é agir da mesma forma, ou seja, reciprocidade. Reciprocidade nas exigências, não no tratamento com os espanhóis que aqui chegam, porque o Brasil querendo tratar espanhol como bandido como estão fazendo com brasileiro por lá dá em guerra. Cá entre nós, pacifismo e politica de bom relacionamento a parte, só o Brasil pra aceitar vergonha desse tamanho sem dar troco na mesma altura.


Ouvindo: Fast Lane - Urban Dance Squad (Mental Floss For The Globe)


5 comentários:

Pense a respeito disse...

Teste.

DJ disse...

Vamos ver se agora vai...

Eu estava dizendo que concordo com você, cara! Na minha opinião, tudo começa com a impressão que a galera tem dos brasileiros. Eu morei 1 ano na Austrália e por lá os brasileiros queimam o filme geral! Eu mesmo xinguei uns brasileiros algumas vezes!

Não sei até onde isso vai dar, mas tomara que tudo se resolva até junho, pq to querendo ir embora denovo!

Abração, cara!

Anônimo disse...

fala mano
jone diz:
será que os brasileiros cagam geral mesmo,ou são as pessoas que já nascem com má indole.
afinal vira e mexe, chegam aqui uns filhos da puta,europeus, americanos e asiaticos, etc...
que chegam aqui com euros,dollares,iens e se julgam no direito de fazerem o que bem entendem, disfarçados de turistas. a verdade é que pessoas medíocres nascem em todas as partes, independem de suas nacionalidades.
existe sim uma xenofobia mundial contra países de terceiro mundo,e isso é fato.mas, não vou aqui defender aqueles que saem com intenções escusas,no entanto, defendo o fato de sermos respeitados onde quer que cheguemos pois recebemos todos de braços abertos, agora temos também que sermos nacionalistas e exigirmos do governo providências contra estrangeiros que chegam com intenções escusas, e brigarmos por uma qualidade de vida melhor e assim evitarmos que saiam brasileiros para outros países,pois sabemos que temos cientistas espalhados mundo afora, e estes não são barrados,quando a mão de obra se faz necessária também não se barra ninguém.
mas essa não será a primeira nem a última, haja vista um fato semelhante ocorrido com brasileiros em portugal.
acho que tudo isso é medo de que como eles em um passado recente invadiaram o continente africano dividiram a lápis, quando conseguiram destruir todo um continente o deixaram a própria sorte.
é foda ter o rabo preso.
abraço.

Anônimo disse...

cara, paraguay é membro do mercosul, e uma uniao a nivel de mercado comum exige livre circulaçao dos fatores de produçao, por isso é tao facil entrar la, nao é pq o paraguai é um relaxo... é obvio que vai ser mais dificil entrar na espanha q la

PenseaRespeito* disse...

E aí anônimo!

Ao colocar o exemplo do Paraguay a intenção foi a de mostrar os extremos. De um lado Espanha e de outro Paraguay. Você mesmo ao colocar o Mercosul como o fator facilitador concordou em dizer que lá é mais fácil de entrar.
No meu modo de ver a facilidade em entrar e sair (tanto pessoas quanto mercadorias) do Paraguay é anterior a qualquer tipo de acordo continental. Como eu mesmo disse na postagem quem já foi lá sabe.
Defendo um meio termo e não o extremo. Bom senso!