quarta-feira, novembro 19, 2008

Dia da Consciência Negra, Dia da Consciência Brasileira!!!

para ampliar clique na imagem


Ano passado fiz uma postagem sobre o Dia da Consciência Negra e neste ano, também sinto a necessidade de escrever sobre o assunto.
No Brasil temos inúmeros feriados e este em especial, é sem dúvida um dos mais discutidos, um dos mais contestados. Por que isso?
Proponho aqui uma reflexão aos leitores: O que é o negro?
O negro é oriundo do continente africano, foi sequestrado de sua terra para ser escravo em várias regiões do mundo. Em nossa terra ajudou a construir a nação brasileira, sendo que em razão da miscigenação, são poucos os brasileiros que não tenham descendência negra.
Foram mais de trezentos longos anos de escravização. Alguém lá sabe o que é isso?!
Quando na época da "libertação dos escravos", os negros libertos não tinham absolutamente nada. Não tinham posses, escolaridade, família para retornar a Àfrica. Não tinham nem sobrenome, usavam o nome de seus antigos donos.
Nós que vivemos hoje em dia, nesse pseudo país sem preconceito, não conseguiremos nunca saber exatamente o que passaram essas pessoas por todos esses séculos, mas temos a obrigação de nunca mais deixarmos que coisas semelhantes aconteçam novamente. Um mínimo de respeito caros amigos.
Se eu aqui tivesse meus avós ou bisavós vivos, não conseguiria saber deles de qual país africano teriam vindo. É triste isso.
A origem e caminhada do negro no Brasil, não foi opção e sim imposição. Negro aqui tornou-se órfão.
A tão chamada Consciência Negra na realidade não é só negra, é de todos. O conhecimento dos fatos aqui citados e de muitos outros ligados a história do negro no Brasil deve ser geral. É questão de honra não só para o negro, como para o povo brasileiro.
Feriado da Consciência Negra, deve ser uma data comemorada não só pelos descendentes africanos que aqui vivem, mas por todos aqueles que repudiam o que foi feito no passado, não toleram qualquer discriminação no presente, não querem isso para o futuro e vêem necessidade de justiça a este povo que tanto fez e faz por este país.

Ouvindo: Life and Rhymes - Surreal & The Sound Providers (True Indeed)

4 comentários:

Fefez disse...

Alexandre, voce resumiu o meu pensamento. Sou negro, tenho 18 anos e convivo todo dia com o preconceito. Voce abriu minha cabeça a respeito sobre este dia. Achava desnecessario esta data, mas e verdade, eh preciso um dia, pelo menos um, para que todos se conscientizem sobre oq foi e oq eh feito com o negro no Brasil.

Alias, acompanho seu blog desde o ano passado, mto bom, mtas perolas da musica, principalmente negra.

PenseaRespeito* disse...

E aí Fefez!

Cara, você não sabe como fico contente com seu comentário. Minha intenção com o blog não é fazer todo mundo pensar como eu, a intenção é fazer a galera refletir sobre os assuntos que eu proponho.
Se os assuntos contribuem positivamente, geram reflexão saudável, fico contente pra caramba.

Obrigado pelo comentário.

Abraço!

Anônimo disse...

como disse o poeta,
me perdoem os morenos, mas ser negro é fundamental.
e antes que algum preconceituoso se manifeste contrário ao dia da consciência negra (20/11/2008 ).
lembrar que zumbi morreu não só por abrigar negros que fugiam das fazendas,mas sim todos os povos vitímas da opressão vigente em sua epóca. povos estes indigenas e brancos .
salve zumbi
salve luiza mahin
salve machado de assis
sale solano trindade
salve os irmãos rebouças
salve meu avô seu zico
salve meu avô aniceto
salve alexandre
salve o povo negro,salve
respeito.

paz a todos,e um abraço negro

PenseaRespeito* disse...

É isso aí Jone, disse tudo.

Valeu o comentário.

Abraço!