sábado, julho 19, 2008

Dirk Nowitzki

para ampliar clique na imagem


Esse cara aí merece capítulo a parte.
A cada ano que passa, os times da NBA procuram dificultar ao máximo a saída de seus jogadores estrangeiros para defenderem suas respectivas seleções. Exigem o pagamento de um seguro muito alto para liberação desses atletas.
Dirk Nowitzki que já foi MVP (jogador mais valioso) de tempordada na NBA, pagou o seguro do próprio bolso pra defender a seleção de seu país no Pré-Olímpico da Grécia. Com essa atitude passou por cima de federação de basquete alemã, de resistência do seu time (Dallas Mavericks), nadou contra a corrente. Um autêntico: "não interessa, quero jogar"!
Numa realidade capitalista onde o que mais interessa é a acumulação de grana, um cara querer assumir riscos defendendo seleção é coisa bem diferente, fora do comum. Nós aqui do Brasil sabemos muito bem disso, é só lembrar dos seis jogadores que ficaram machucados ou tiveram problemas particulares na hora da convocação.

Ouvindo: The Wound - Jazzyfatnastees (Once and Future)

2 comentários:

adriano carão disse...

Agora, é o Robinho qi nun vai podeh defendeh a seleção. Cara, tô fulo com essa seleção. Cada jogadoh rue qi o Dunga persiste em dexah. Aqele Doni nunca foi golêro di seleção. Inda tem os jogadoh rue qi a midja fica babano, qi nem aqele Pato. O Robinho nem sempre joga bem, maz é um dos pôco qi guárdu o clássico futibol di ginga brasilêro, com muito drible, iniciativa, "chamah pra dançah" e entrosamento com o grupo. Aliáis, muito bom o filme "Ginga" sobre a relação entre futibol, samba e capuêra. Axé.

PenseaRespeito* disse...

Eu tô cada vez mais preferindo outros esportes a Futebol. Tá muito chato.
Apesar disso, sou brasileiro e brasileiro sem querer acompanha jogo de bola, sendo assim, to reparando q essa seleção da Olímpiada é melhor pelo menos tecnicamente que a seleção principal q o Dunga ta convocando.
Como esporte não depende só de técnica, tem q ter vontade, entrosamento e mais um monte de coisa, sei lá o que vai dar. Vai mais é de sorte viu.
Falow!