quarta-feira, agosto 15, 2007

Richarlyson

para ampliar clique na imagem

O cara foi acusado por um dirigente palmeirense em um programa de televisão de ser gay. Reclamou na justiça e o juiz que ficou responsável pelo caso, conseguiu ser pior que o diretor do Palmeiras. Disse o juiz entre outras pérolas, que iria arquivar o caso, porque jogador homossexual não pode existir no futebol e que se quisessem jogar bola, que deveriam fazer uma liga própria, independente. Se esse juiz avalia um caso desses com essa ótica preconceituosa, imagina de que forma ele observa e já conduziu outros casos?! Olha só nas mãos de quem estamos entregues! Essa é a justiça brasileira.
O jogador tem trejeitos afeminados verdade seja dita, e tudo isso aí tá rolando, porque todo mundo percebe, é evidente, mas e aí?! Jogador gay joga menos que jogador hetero?! E a galera que joga bola profissionalmente que não tem cara, não tem jeito e é gay, pode?!
Talvez o Richarlyson nem seja gay, isso não interessa na verdade, pois a opção sexual do cara não vai fazer dele melhor ou pior jogador, o que pega aí nesse caso é a sociedade reconhecer seu pré conceito, coisa dificil de ocorrer em um país onde o preconceito "não existe".


Ouvindo: Rock with You - Michael Jackson (Off the Wall)


Um comentário:

Cibele disse...

Olá! Alexandre queria espor um ponto a respeito do seu comentário sobre o Richarlyson. Confirmar que esse juiz não tem a minima ética e o minimo profissionalismo e não apenas na justiça, mas na politica, na educação está cheio de pessoas sem competência, mas o que realmente gostaria de ressaltar é que anteriormente ao juiz, o próprio Richarlyson demostra o seu tamanho preconceito, como vc disse esse é um problema seu, recorrer a justiça para processar alguém que te chama de gay, parece que a palavra gay virou palavrão, se tornou ofensa, mas preconceituoso que o juiz, só o Rycharlyson que tentou utilizar a maquina da justiça saturada pelos diversos processos, apenas para provar que não é gay, atitude de puro machismo, é por atitudes assim que pertimos que juizes mais preconceituosos que nós mesmo governem e decisam nossas vidas.
A sociedade realmente refletir sobre suas posições, é que veremos que a culpa é apenas nossa, é que o juiz é apenas mais uma produção dessa sociedade.